Quiosque

Furhat lançou um robô social na Web Summit

É apontado como um dos mais pesados concorrentes do robô Sophia, apesar de ser, na prática, apenas uma cara inteligente. No entanto, é precisamente na face da máquina que está uma das grandes funcionalidades da Furhat: a capacidade de imitar, ou simular, várias expressões faciais tipicamente humanas. Samer Al Moubayed é o seu orgulhoso criador e apresentou, durante a última edição da Web Summit, algumas das utilizações possíveis do robô. Desde receber clientes numa loja e acompanhá-los até ajudar viajantes nos aeroportos, tudo depende do objetivo das empresas e da sua criatividade na utilização do robô. Contudo, se já está a pensar no jeito que lhe dava ter um exemplar em casa, o melhor é considerar o preço: o Furhat está à venda por 15 mil euros e disponível para alugueres de uma semana por dois mil.


Robô Sophia apresentou o seu novo irmão, Han

Na última edição da Web Summit, que decorreu no início de novembro em Lisboa, um dos pontos altos da programação da feira foi a chegada da nova criação de Ben Goertzel. O responsável pelo ‘nascimento’ de Sophia, e também CEO da SingularityNET, subiu ao palco para moderar um pequeno debate entre os dois robôs sobre o papel que as máquinas terão no mundo do futuro e a forma como irão interagir com os humanos.
Apesar de tudo, o foco esteve no anúncio de Goertzel, que adiantou estar a criar o Singularity Studio. É um ecossistema de inteligência artificial (IA) que tem como objetivo permitir que todas as pessoas no mundo possam contribuir com novas funcionalidades que aumentem a capacidade da Sophia. Irá funcionar na cloud e pretende que as empresas possam utilizar o sistema de IA da rede para novos produtos que pretendam lançar no mercado.


“Alexa, aquece-me o jantar, por favor”

Parece ficção científica, mas não é. Durante um evento surpresa organizado pela Amazon, em setembro, a empresa anunciou o lançamento do seu primeiro eletrodoméstico com direito a assistente virtual. Será um micro-ondas controlado por voz via Alexa, que permitirá aquecer o jantar sem sequer tocar no aparelho. O AmazonBasics Microwave, com 700 W de potência, custa cerca de 60 dólares. Apesar de não ter microfone integrado – para funcionar é necessário ter o Echo, que passa a informação ao micro-ondas –, este será o primeiro teste da empresa para o Alexa Connect Kit, um módulo de baixo custo que permite fazer a ligação com eletrodomésticos inteligentes. No mesmo evento, a Amazon apresentou ainda o Echo Auto, para automóveis, o Echo Input e o Echo Wall Clock.


Intel vai lançar novo aparelho USB de IA

Está para breve a chegada do Neural Compute Stick 2 (NCS 2), a segunda geração do dispositivo da Intel que quer levar a inteligência artificial a todos os computadores do mundo. Em vez dos 79 dólares que custava o primeiro NCS, lançado em 2017, o preço subiu para 99 dólares, mas a marca garante que o aparelho será oito vezes mais rápido que o antecessor. Na base do NCS 2 está o chip Movidius Myriad X AI, especialmente pensado para dar outras possibilidades aos aparelhos e dotá-los de novas funcionalidades. Apesar de a primeira geração ter tido uma enorme procura, tendo sido difícil à Intel dar resposta aos pedidos, a empresa garante que desta vez está preparada para fazer face à procura.


O estilo não se cultiva, passeia-se

Muito se tem falado, nos últimos meses, na democratização das trotinetes elétricas, que chegaram às cidades portuguesas em força através de vários serviços de partilha. No entanto, há, também, cada vez mais propostas acessíveis para quem quer comprar o seu próprio veículo para deslocações curtas casa-trabalho. A Xiaomi, marca chinesa que penetrou o mercado nacional graças aos smartphones, já apresentou o seu portefólio de produtos e, adivinhe, inclui uma trotinete.
Chama-se Mi Electric Scooter e a lista de especificações surpreende qualquer um. O seu motor elétrico vai permitir-lhe acelerar até aos 25 quilómetros por hora, uma velocidade que é compensada com um sistema de travões duplos igualmente exigentes: para além dos discos, tem ainda eABS para garantir viagens seguras. Da mesma forma, a trotinete oferece cruise control – sim, leu bem – para que possa ter maior conforto durante as deslocações.
Para além de segura, a Electric Scooter é uma verdadeira fonte de estilo. Vem em duas cores – cinza e preto –, é revestida em alumínio e o design foi pensado para garantir a melhor aerodinâmica possível. Este é, aliás, um dos produtos da Xiaomi que acumula vários prémios internacionais pelo desenho clean e moderno.
Contudo, a cereja no topo do bolo é mesmo a autonomia da bateria. Segundo a marca, uma só carga, que demora cerca de cinco horas, permite percorrer até 30 quilómetros. Além disto, vai poder controlar cada sistema da trotinete diretamente a partir da palma da mão com a aplicação móvel que acompanha a Mi Electric Scooter.

Estarão a chegar os primeiros telemóveis com ecrãs dobráveis?

Nos últimos meses circularam na imprensa especializada rumores sobre a chegada dos ecrãs táteis dobráveis. Mais recentemente, fontes do Wall Street Journal adiantaram que a Samsung seria uma das marcas a estudar o lançamento de dispositivos com esta tecnologia. Segundo as mesmas fontes, a marca sul-coreana estará mesmo a desenvolver um telemóvel com estas características para apresentar ao mercado no início do próximo ano. O nome do projeto secreto será Winner, e o seu ecrã deverá medir cerca de 7 polegadas. Prevê-se que o novo dispositivo vá integrar a gama alta da Samsung, com preços em linha com os últimos iPhone, e que será especialmente dirigido a gamers.


ASUS ROG Phone, o smartphone para gaming

Por falar em gamers, o novo modelo da Asus promete conquistar o coração dos gamers mais exigentes através da lista de especificações surpreendente, mas também, espera-se, do desempenho real. Para garantir uma experiência sem igual, a Asus equipou o smartphone com 8GB de RAM DDR4, 4000 mAh de bateria, processador Snapdragon 845 de oito núcleos a 2,96 GHz GPU Adreno 630. O Rog Phone tem ainda capacidade de armazenamento entre 128 e 512 GB, consoante a versão, e não faltará um colorido ecrã Amoled de 6 polegadas. Além dos vários acessórios disponíveis para o Rog Phone – onde se incluem gadgets que permitem transformá-lo numa autêntica consola género Nintendo –, o smartphone vem com um módulo que serve como sistema de arrefecimento para ajudar na dissipação do calor.


Teclado e rato são os novos amigos da Xbox

Uma nova atualização lançada pela Microsoft torna possível aos utilizadores da Xbox One usarem, a partir de 14 de novembro, os periféricos na consola. A novidade foi anunciada pela empresa no evento X018, e, numa primeira fase, serão 14 os títulos que terão compatibilidade com teclado e rato. Segundo a Engadget, a lista de jogos em que será possível utilizar os novos acessórios inclui nomes como Fortnite, Vermintide 2, War Thunder, Strange Brigade, Bomber Crew, Deep Rock Galactic e DayZ. Para breve está também o lançamento do selo “Designed for Xbox”, para teclados desenvolvidos especificamente a pensar na consola da Microsoft – o trabalho está a ser feito em parceria com a Razer, que deverá apresentar o primeiro periférico na CES.


Nova funcionalidade do Facebook permitirá “desenviar” mensagens

A notícia foi dada um dia depois de o site TechCrunch ter divulgado provas de que algumas mensagens enviadas por Mark Zuckerberg para outros executivos da rede social teriam sido apagadas da caixa de entrada dos destinatários. Em reação, o Facebook garantiu tê-lo feito por razões de segurança e confirmou que está a estudar a implementação, nos próximos meses, de uma funcionalidade que permita a todos os utilizadores eliminar mensagens enviadas através do Messenger. Não existem, para já, detalhes sobre a forma concreta como funcionará o sistema, embora seja esperado algo como acontece no WhatsApp, em que já é possível eliminar mensagens enviadas. Em comunicado, o Facebook refere ainda que “já discutimos esta funcionalidade diversas vezes. E as pessoas que usam a nossa funcionalidade de mensagens secretas na versão encriptada do Messenger têm agora a possibilidade de determinar um período de retenção, depois do qual as suas mensagens são automaticamente apagadas”.